Banking as a Service: o que é, como funciona, vale a pena?

Banking as a Service Grafeno Blog
Sumário do artigo

 

Banking as a Service ou BaaS é um dos termos mais falados do mercado e para quem ainda tem dúvidas sobre esse assunto, não deixe de ler cada linha deste artigo.

Você vai entender como essa solução cria oportunidades para as mais diversas empresas de diferentes segmentos.

O que é Banking as a Service (BaaS)?

BaaS é uma tecnologia que possibilita que empresas que não possuem sistema para operações financeiras em seu core business possam incluir esses serviços na sua oferta de produtos para  clientes e uso próprio.

No geral, o “banco como serviço” disponibiliza diversas oportunidades e soluções, como conta digital, conta empresa, pagamentos via Pix, pagamento de boletos, transferências, entre outros.

Esse é um serviço que permite que empresas de diversos segmentos tenham uma plataforma bancária com a sua própria marca e que possam utilizar esse modelo de negócio de maneira descomplicada.

Também vale salientar que o Banking As a Service é um serviço que pode ser ofertado aos mais diversos públicos, como clientes, funcionários, fornecedores e outros. Também pode ser aplicado a segmentos diversos, como escritórios de contabilidade, advocacia, consultorias, franquias e até em operações de crédito.

A tecnologia bancária oferece usabilidade, experiência personalizada aos seus clientes e boa parte da responsabilidade com as licenças, legislação, operações, compliance e segurança, que ficam a cargo da empresa de tecnologia que oferece a solução.

E mais: as empresas provedoras de BaaS cuidam de toda a parte técnica e regulatória para que as contratantes possam cuidar de outras questões, como capacitação, relacionamento e fidelização de clientes. Algumas empresas que fornecem a tecnologia oferecem uma central de atendimento exclusiva para cada cliente, como é o caso da Grafeno.

 

Mas o que significa o “as a Service”?

O conceito de ‘as a Service’ traduz a oferta de alguma solução tecnológica como serviço. Os vários termos que se aplicam a modalidade foram criados em razão da necessidade das empresas em ter tecnologias desenvolvidas para aumentar a eficiência dos processos, reduzir os custos ou até aumentar a esteira de produtos.

Alguns exemplos são:

  • BaaS: Banking as a Service
  • SaaS: Software as a Service
  • IaaS: Infrastructure as a Service
  • PaaS: Platform as a Service
  • CaaS: Container as a Service
  • FaaS: Fintech as a Service

São muitos os exemplos e suas aplicações, mas para que você possa entender esse conceito é importante compreender seu mecanismo.

Em poucas palavras, no modelo Banking as a Service é criada uma tecnologia bancária com toda sua estrutura de operação e distribuição. Assim, o cliente pode utilizar esse banco de forma digital pagando um valor pelo serviço. 

 

A adesão ao BaaS no Brasil

BaaS no Brasil

Segundo dados do Relatório de Economia Bancária do Banco Central (REB) de 2019, 80% do crédito do Brasil é detido pelos grandes bancos. E assim, podemos perceber que o sistema financeiro do país está em um cenário muito consolidado.

Entretanto, muitas empresas notaram margens e taxas bancárias extremamente elevadas. Dessa forma, as fintechs surgiram com um diferencial competitivo.

Segundo informações do Distrito Fintech Report 2021, o investimento mundial no primeiro quarto de 2021 ultrapassou o valor de US$13 bilhões. Já no Brasil tivemos uma quantia de US$ 4 bilhões injetados em startups financeiras no mesmo período.

A pesquisa também afirma que os serviços digitais acumulam mais da metade dos investimentos em fintechs, além de um aumento em soluções de crédito, meios de pagamentos e seguros.

Dessas novas aquisições existe um número expressivo relacionado a instituições que oferecem facilidades tecnológicas para linha de crédito e formas mais dinâmicas de pagamento.

 

Banking as a Service no ifood

O iFood, especializada em delivery, também aderiu ao BaaS. A empresa criou a Conta Digital Ifood, plataforma bancária desenvolvida para tornar a rotina dos donos de estabelecimentos mais dinâmica e 100% digital. Com essa tecnologia, o cliente pode realizar transações diretamente do aplicativo Conta Digital ou do Portal do Parceiro Ifood.

A conta digital não gera tarifas e recebe repasses de forma direta. Dessa forma, o cliente pode aproveitar benefícios como pagamento de faturas e impostos com códigos de barras, solicitação de crédito, transferências via TED, Pix e muito mais. 

 

Qual a relação entre Open Banking e Baas?

Open Banking e Banking as a Service

Muito tem se falado no mercado sobre Open Banking e Open Finance, porém, muitos ainda não sabem eles significam. São sistemas abertos que possibilitam aos bancos e outras instituições consultem e processem dados financeiros dos consumidores com total segurança e permissionamento.

 

Banking as a Service versus Open Banking: principais mudanças

Com a chegada do sistema financeiro aberto, os bancos tradicionais têm que se reinventar para manter a competitividade, pois os concorrentes terão podem criar ofertas superiores e mais modernas de produtos e serviços.

Isso tudo acontece por conta da tecnologia e maior controle do usuário nas interações. O consumidor poderá, por exemplo, movimentar seus dados bancários para qualquer instituição financeira por meio do aplicativo que o servir melhor.

Assim, com suas soluções tecnológicas e modulares, o BaaS complementa a maneira que essas plataformas financeiras são disponibilizadas ao mercado através do ambiente digital. 

Resumindo, o Banking as a Service ou BaaS é um tecnologia que atua na entrega de operações bancárias ou operações de crédito para empresas de diversos segmentos de mercado.

O Open Finance é uma dessas soluções que o BaaS pode oferecer. Tanto o Open Finance como o BaaS têm APIs (interfaces que conectam aplicações) abertas que possibilitam que soluções sejam ofertadas por terceiros. 

Uma diferença visível é que o Open Banking é um esforço coordenado pelo Banco Central de tornar essas informações dos consumidores mais acessível para diversas organizações respeitando o consentimento do cliente. 

Agora que entendemos o que é Banking as a Service, sua adesão no Brasil, a relação com Open Finance, é importante entendermos quais produtos que eles podem oferecer.

 

Quais produtos um Banking as a Service oferece?

Uma plataforma BaaS geralmente oferece uma série de soluções financeiras muito úteis para operações empresariais e de crédito. Abaixo listamos algumas funcionalidades comuns.

Automações em cobranças e pagamentos

Muitas plataformas possibilitam automações de cobranças e pagamentos. Veja algumas:

  • Régua de cobrança: possibilita criar cobranças automáticas e personalizadas para os clientes.
  • Protesto automático: uma ferramenta com automação de regras eficiente para recuperar dívidas de inadimplentes.
  • Split de pagamento: é uma solução que divide o pagamento de forma automática entre as partes envolvidas na transação.

A Plataforma Grafeno possibilita todos os anteriores.

P2P (peer-to-peer)

Peer to peer, que significa ponto a ponto, é basicamente uma rede de computadores que é capaz de compartilhar arquivos via internet, eliminando o uso de um servidor geral para fazer o armazenamento dessas informações, já que isso é feito pelos usuários. 

Os usuários fazem o download e disponibilizam os arquivos para que outras pessoas o tenham em seu próprio computador, funcionando ao mesmo tempo como servidor e cliente.

 

Pix

O Pix é um meio de pagamento instantâneo também disponibilizado por meio do Banking as a Service. Esse serviço foi lançado em 2020 pelo Banco Central e hoje é uma das formas de pagamento mais usadas pelos clientes. 

Os valores são compensados de forma instantânea, as tarifas para as transações são de baixo custo  para empresas e gratuitas para pessoas físicas.

 

Transferência entre contas (TED)

Assim como o Pix, com o TED o cliente pode transferir valores para contas com compensação no mesmo dia.

 

Geração de boletos

O BaaS também possibilita a geração de boletos de um jeito fácil. O usuário inclui apenas os dados necessários como valor, data de vencimento e destinatário.

 

Pagamento de contas

Através da conta digital, é possível pagar as mais diversas contas como água, energia, internet, impostos e muito mais. Tudo através do código de barras.

 

Integração com soluções de crédito

Outro serviço é a integração com soluções de crédito para que empresas possam oferecer antecipação de recebíveis, concessão de financiamentos ou empréstimos.

 

Vantagens de ter uma plataforma BaaS

Além da possibilidade de ofertar produtos e serviços financeiros, a empresa contratante pode operar suas próprias transações financeiras e de clientes. Isso aumenta ainda mais o leque de vantagens, vamos listar algumas:

 

1. Aumento da carteira de clientes

Ao ofertar serviços bancários de maneira simples, sua empresa atrai ainda mais clientes. Conhecendo eles, é possível oferecer soluções de acordo com o cada perfil e engajamento.

 

2. Rentabilidade

Quanto maior o número de clientes conquistados, maior a rentabilidade. A empresa provedora dos serviços banking pode rentabilizar com cada operação realizada pelos seus clientes dentro do sistema. 

 

3. Pagamentos facilitados

Com o BaaS, não é necessário outras instituições para realizar operações financeiras. A própria empresa pode oferecer opções de pagamento de boletos, cartões, transferências e outros serviços. 

Para os clientes, o BaaS também permite que pagamentos de boletos, pagamentos de tributos e compras sejam feitos de maneira online e sem complicações.

Ou seja, o BaaS oferece mais facilidade e agilidade para o cliente final e também para a própria empresa.

 

4. Praticidade para todos

O Banking as a Service possibilita processos de ponta a ponta, totalmente online e seguros com simplicidade tecnológica, graças à implementação dos serviços via APIs. 

Além disso, quando uma empresa conta com a experiência de um parceiro que tem o seu negócio focado nessa solução também significa mais segurança para o processo.

 

5. Redução de custos para toda cadeia de valor

O Banking as a Service reduz consideravelmente os custos tanto para empresas quanto para clientes que utilizam o serviço. Isso acontece porque, ao contrário das instituições bancárias tradicionais, esse formato de serviço não exige o pagamento de tarifas para seus serviços.

E para as empresas, o BaaS traz economia e agilidade administrativa, otimizando os processos de pagamentos de funcionários, fornecedores e parceiros, além de reduzir os gastos com impressão, taxas, pagamentos, entre outros.

 

6. Dinheiro digitalizado

O Banking as a Service atua diretamente na diminuição do dinheiro em espécie pelos clientes, funcionários, fornecedores, parceiros, etc. Assim, a empresa consegue promover a digitalização da moeda, já que todos os processos acontecem de forma online.

 

7. Atendimento dedicado

Algumas empresas responsáveis pelo desenvolvimento dos sistemas BaaS oferecem suporte exclusivo, visto a complexidade do tema. Na Grafeno, por exemplo, os clientes da contratante podem utilizar uma central de atendimento completa e dedicada em nome da empresa contratante.

 

Como uma empresa pode implementar o BaaS?

A implementação de um Banking as a Service é válida para qualquer empresa, seja voltada para o consumidor final (B2C) ou para outras empresas (B2B). Para esse processo de integração das soluções financeiras ao site da empresa é requerido o uso de APIs. 

Um outro ponto muito importante é se manter atento à experiência do usuário durante as movimentações, solicitações e compras.

Se ainda restam dúvidas ao apostar nesses serviços, alguns dados mostram que a solução é um caminho muito promissor. Segundo a pesquisa feita pela FEBRABAN, em 2018 houve a abertura de 2,5 milhões de contas bancárias pelo celular, com um salto de 27 milhões de contas que utilizam banking pelos smartphones.

Muitas instituições estão buscando oferecer essa solução para aumentar seus serviços, e as empresas buscam utilizá-la para facilitar os pagamentos, cobranças e outras operações. Por isso, é importante acompanhar o cenário para manter a relevância e a competitividade em um ambiente com transformações tão rápidas e disruptivas.

Para isso, é necessário procurar fornecedores de confiança e que ofereçam APIs de fácil integração na implementação do seu site.

 

Banking as a Service e Plataforma Grafeno

A Grafeno proporciona uma plataforma bancária completa e customizável com a marca do cliente, com benefícios, como: geração de autoridade por se tornar um banco com marca própria, expansão do portfólio de serviços, escala da carteira de clientes e rentabilização com as operações.

As soluções teccológicas da Grafeno oferecem tudo o que empresas de médio e grande porte precisam, inclusive em operações de crédito. Em média, são R$12 bilhões transacionados ao mês nas mais de 5 mil empresas e 500 credores que utilizam a Grafeno.

As possibilidades são infinitas: como provedor da plataforma bancária Grafeno, você pode identificar as necessidades de negócio do seu cliente através dos relatórios gerenciais e, depois, escolher as funcionalidades e serviços que deseja oferecer, sejam elas relacionadas a conta, cobrança ou crédito.

 

Considerações finais sobre Banking as a Service

O Banking as a Service é uma solução tecnológica que está revolucionado o mercado financeiro devido às suas facilidades na implementação, distribuição e utilização.

Caso sua empresa queira aumentar a carteira de clientes, escalar o faturamento, facilitar as transações financeiras com clientes, fornecedores e parceiros, essa é a solução que você precisa adotar na sua empresa.

Entre as empresas desse segmento, a Grafeno tem sido destaque, sendo utilizada por mais de 500 credores em suas operações de antecipação de crédito e por mais de 5 mil empresas, com pagamentos (TED, Pix e boletos), transferências, régua de cobranças, pagamentos de tributos, split de pagamentos e muito mais. 

Faça da sua empresa uma plataforma completa de banking para o seu negócio rentabilizar e explorar todos os recursos da Grafeno como um verdadeiro banco digital.

Categorias

Publicações Recentes