Já apontamos aqui que, em 10 anos, todas as empresas serão fintechs, e a Grafeno já está fazendo parte dessa revolução. Até agora, 28 bancos digitais foram criados com nossa infraestrutura de ponta para o mercado de crédito, fornecendo dados e tecnologia que tornam as operações ágeis e eficientes com o modelo Fintech as a Service (FaaS). 

Com um portfólio que reúne Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDCs), factorings, securitizadoras, fintechs e outras startups, a Grafeno tem experiência em oferecer soluções de FaaS na modalidade White Label, com infraestrutura própria e a marca do cliente que deseja bancarizar seus negócios. 

“Conseguimos aliar agilidade e tecnologia nas rotinas que envolvem contas digitais para os clientes Taipa, valores importantes para nós e para o mercado”, conta Tiago Schuelter, da Taipa, FIDC há 23 anos no mercado e um dos 28 bancos digitais criados com a ajuda da Grafeno.

Veja também:
A Grafeno FaaS 
5 soluções de Gestão? Na Grafeno tem 
Nova plataforma Grafeno para você

A solução está dentro de casa
Uma boa base de clientes é tudo o que uma empresa pode querer para deslanchar. E por que não aproveitar ao máximo esse potencial? Com o FaaS da Grafeno é possível oferecer serviços financeiros para quem já conhece e confia no negócio, aumentando a oferta da cartela de produtos e serviços. 

“Constantemente recebemos elogios de nossos clientes sobre a nossa conta digital: a solução funciona de ponta a ponta, de forma prática, interativa e totalmente usual”, relata Wagner Ferreira, da Teddy Digital, fintech que atende os segmentos de corporate, middle market e de empresas, e que também se tornou um banco digital com a plataforma da Grafeno. “Não deixando de ressaltar o suporte impecável que temos com toda a equipe, com atendimento personalizado em relação a toda e qualquer dúvida operacional sobre a conta”, completa.

Tendência de mercado
Ofertar produtos e serviços financeiros é o curso natural para empresas. Uma pesquisa realizada pela Amazon Web Services e a alemã Mambu, que fornece infraestrutura para bancos e prestadores de serviço do ramo, aponta que o varejo deve tomar 49% do mercado de embedded finance, embutindo empréstimos e seguros em seus negócios. Isso significa alcançara marca de US$ 3,5 trilhões em transações globais na próxima década — como já apontamos no começo deste artigo.

E, aqui, estamos abordando apenas o varejo: há muito campo a ser explorado em outros segmentos. E quanto mais opções de produtos, maior a chance de aumento de receita. Imagine lucrar como um banco e crescer como uma fintech?

 

O post 28 empresas se tornaram bancos digitais com a Grafeno apareceu primeiro em Blog Grafeno.

Deixe uma resposta